aip

Salão do Imobiliário Português em Paris começa esta 6ª feira

Começa já esta 6ª feira a 4ª edição do Salão do Imobiliário e Turismo Português em Paris, na qual, entre várias outras entidades, a APEMIP vai marcar presença uma vez mais com uma participação colectiva. O salão decorre de 5 a 7 de junho, no Parque de Exposições da Porte de Versailles. 

Pelas 16h30 de 6ª feira, os presidentes da APEMIP e do Syndicat Nationel des Professionels Immobiliers, Luís Lima e Alain Duffoux, vão visitar as várias empresas imobiliárias portuguesas presentes no salão para promover o destino português, um certame em que o público alvo será essencialmente a comunidade lusófona em França, particulares e empresários, os próprios franceses interessados em investir no imobiliário português e fundos de investimento imobiliário franceses.
A APEMIP estima que os franceses são já os terceiros que mais investem no imobiliário português, representando 16% do total do investimento feito por estrangeiros no ano passado no país. Luís Lima comenta que «para além da qualidade do nosso imobiliário existe um forte potencial de valorização dos nossos ativos, e isso é uma vantagem inequívoca». A par disso, destaca o Regime Fiscal para Residentes não Habituais que «continua a ser um programa muito atrativo para estes cidadãos e também para emigrantes portugueses que queiram agora regressar ao país».
Já Allain Duffoux comenta que «não há dúvida de que Portugal reúne condições que são extremamente atrativas como o clima, as praias ou a gastronomia. Tudo isto, aliado à isenção fiscal que pode ser solicitada ao abrigo do regime português, faz com que o aumento da procura dos franceses pelo mercado português, seja cada vez mais notório».
De recordar que este certame dá continuidade à parceria entre a Fundação AIP e a APEMIP para a internacionalização do Salão Imobiliário de Portugal.

Salão do Imobiliário Português em Paris regressa a 5 de junho

Já esta semana, de 5 a 7 de junho, regressa o 4º Salão do Imobiliário e Turismo Português em Paris. As expetativas por parte da organização «são muito positivas», segundo avança Sandra Fragoso, gestora do SIL da Fundação AIP / AIP – Feiras Congressos e Eventos, uma das organizadoras do evento, em entrevista à Vida Imobiliária.

O evento dirige-se essencialmente a quem procura conhecer a oferta imobiliária e turística portuguesa, que aqui pode entrar em contacto com vários promotores portugueses. Sandra Fragoso explica que «esta edição é fruto de um trabalho que desenvolvemos há 3 anos, numa forte parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Franco Portuguesa, e prosseguindo a estratégia da Fundação AIP para a internacionalização do Setor Imobiliário Português».
Segundo a responsável, a Fundação AIP, através do Salão Imobiliário de Portugal, tem em 2015, quatro ações internacionais em mercados considerados estratégicos, uma delas a presença em Paris de 5 a 7 de junho. Explica que «a novidade deste ano é ainda a presença em Lyon» durante a 1ª edição do Salão do Imobiliário e de Turismo Português, de 3 a 5 de julho.
Este ano, a 4ª edição do salão conta com mais expositores, empresas e entidades diversas. Para Sandra Fragoso, «o mercado francês é para o setor imobiliário um alvo de excelência, na medida em que Portugal chegou ao primeiro lugar dos destinos escolhidos pelos seniores franceses para prosseguirem as suas vidas fora de França», num contexto em que um dos públicos mais interessados têm sido os beneficiados pelo Regime de Residentes Não Habituais.
Este ano, são esperadas cerca de 180 empresas. «Nesta edição temos uma presença recorde de Câmaras Municipais, a promoverem os respetivos concelhos e empresas locais», e nota que «a aposta em stands coletivos é cada vez maior, na medida em que é a forma mais eficaz de transmitir uma oferta mais global por região, facilitando a escolha dos investidores». Destaca, entre as várias associações empresariais participantes no evento, «um parceiro estratégico, a APEMIP - Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal - que tem acompanhado o SIL em todas as iniciativas referidas, promovendo sinergias entre as empresas e os profissionais do setor».
Também a Invest Lisboa estará novamente presente no 4º Salão do Imobiliário e Turismo Português em Paris, com um stand sob a marca Lisboa, partilhado entre empresas e instituições da região. As várias empresas vão apresentar as suas novidades e produtos no certame partilhando o stand, tendo a Invest Lisboa a responsabilidade de coordenar o stand e as conferências, fazendo a ponte entre investidores, empresas e empreendedores.
Já no que toca os visitantes, são esperados mais de 15.000 com 5 perfis distintos, nomeadamente «o grupo dos seniores franceses, os portugueses luso - descendentes com mais de 35 anos, os profissionais liberais independentes, os profissionais de imobiliário e investidores em imobiliário».
«Como é do conhecimento geral, os franceses ocupam o terceiro lugar no raking dos totais de investimento estrangeiro em Portugal», avança Sandra Fragoso. «O regime fiscal para residentes não habituais é um grande incentivo, mas também não nos podemos esquecer quer da qualidade dos Imóveis, quer o investimento ser seguro e rentável, bem como do clima apetecível e da nossa hospitalidade», destaca enquanto fatores atrativos do imobiliário português.
E os destinos e tipo de imóveis mais atrativos no salão deverão ser «o Algarve, com as suas moradias, e Lisboa, mais ao nível dos apartamentos» que «continuam a ser os destinos mais procurados. No entanto, a aposta contínua de algumas empresas expositoras do Centro tem dado já os seus frutos. Do mesmo modo, o Alentejo e o centro histórico do Porto têm um potencial enorme que rapidamente será conhecido dos investidores franceses».
Este ano, o salão de Paris terá um novo espaço dedicado ao enoturismo, no qual será possível a degustação de vinhos portugueses por parte do público em geral e dos profissionais.«Este spaço, visa reforçar a imagem de Portugal como país vinícola, promovendo as caraterísticas e afinidades com as regiões demarcadas», esclarece Sandra Fragoso.
«Nunca é demais referir que a visita ao SIPP proporcionará aos interessados uma visão global da excelência do Imobiliário em Portugal, a possibilidade de um contacto direto com os promotores e mediadores imobiliários e a certeza de bons negócios».
O SIL terá também uma Missão Empresarial a S.Paulo, de 30 de Agosto a 2 de Setembro, que pela 1ª vez tem apoio financeiro no âmbito do Portugal 2020 – Programa Operacional Competitividade e Internacionalização.

Green Business Week chega a 3 de março

A Green Business Week – Semana Nacional para o Crescimento Verde acontece já de 3 a 5 de março, no Centro de Congressos de Lisboa. 

Trata-se de uma organização da Fundação AIP, através da AIP – Feiras Congresos e Eventos, com o apoio do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.
O evento será focado num debate sobre temas como a sustentabilidade, eficiência energética, reabilitação urbana, cidades inteligentes, tecnologias de informação, alterações climáticas, energias renováveis, eficiência hídrica, ou exportação da economia verde.